A aprovação da vacina J&J e reabertura de maio e junho

Muitos fatores já são motivo de esperança e concetração maior, pois tudo indica que a Irlanda receberá a vacina J&J (Johnson & Johnson).

A Irlanda está caminhando para novas fortes possibilidades de avanço, pois o Taoiseach Micheál Martin disse que a decisão do Comitê Consultivo Nacional de Imunização (Niac) sobre a vacina Janssen (Johnson & Johnson) será crucial para determinar se o governo cumpre sua meta de 82 por cento da população tendo recebido pelo menos uma vacina dose até o final de junho. Os comentários anteriores de Tánaiste Leo Varadkar com o Sr. Martin já diziam que a própria meta do governo era alcançável, mas dependia do fornecimento da vacina.


Em termos de uma reabertura mais ampla da sociedade, Martin disse que o governo fará uma declaração na próxima semana sobre o que pode acontecer em maio, e para alguns outros setores em junho. Ele está otimista pois o número de casos, hospitalização, admissão em UTI e números de mortalidade caíram devido a uma combinação de vacinações e restrições.


Se tudo seguir conforme o planejamento, em Maio teremos algumas atividades ao ar livre, cabeleireiro, varejo não essencial, esportes sem contato para adultos e serviços religiosos. Quanto a pousadas e hoteis foi informado que terão alguma atualização somente em Junho. Martin reforça que viagem internacional a lazer durante os primeiros meses do verão estão descartadas.


A Niac se reunirá na quinta-feira para considerar os conselhos da Agência Europeia de Medicamentos (EMA) sobre a vacina Johnson & Johnson e a questão da extensão do intervalo entre as doses da vacina, confirmou Martin.


Na segunda-feira, mais de 1,2 milhão de doses da vacina Covid-19 foram administradas, incluindo 862.149 para pessoas que receberam a primeira dose e 354.619 para as que receberam a segunda.

Fonte: IRISH TIMES

Imagem: Canva





246 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo